Como elaborar um orçamento eficaz para o setor de atendimento ao cliente?

Como elaborar um orçamento eficaz para SAC

Um planejamento financeiro bem estruturado faz a diferença na vida de qualquer organização. Um ponto crucial para essa eficiência é construir um orçamento eficaz para todos os departamentos, incluindo o setor de atendimento ao cliente.

Por isso, elaboramos um guia rápido e prático para você criar um planejamento financeiro eficiente para o seu SAC.

Como elaborar um orçamento eficaz para o setor de atendimento ao cliente?

Antes de mais nada é preciso destacar as vantagens e importância de criar um orçamento específico para o SAC. Claro, ele precisa estar alinhado com os demais planejamentos da empresa.

Destinando uma verba para ser utilizada somente pelo setor de atendimento, sua organização consegue otimizar esse departamento crucial para a produtividade e receita da empresa. Afinal, é através de um SAC estratégico que a empresa consegue:

  • Aumentar a taxa de fidelização;
  • Aprimorar o nível de satisfação de clientes;
  • Elevar o faturamento da empresa;
  • Reduzir o custo de aquisição;
  • Criar promotores da marca;
  • Conter, ou até mesmo, evitar crises e problemas de grande impacto;
  • Otimizar o relacionamento com os clientes;

Como nosso CEO e fundador, Vanildo Oliveira destaca

“Quando você tem algumas etapas importantes a serem percorridas e sabe um pouco o caminho, ele (planejamento financeiro para SAC) se torna interessante. Mais do que isso, ele traz para você uma visão do seu negócio que poucas oportunidades têm.”

Ou seja, saber os principais passos para esse orçamento e segui-los com atenção é fundamental para o seu sucesso.

1) Analisar o orçamento atual

Além de saber o valor aproximado que será destinado ao setor, é necessário levantar os dados sobre o desempenho do ano que está sendo concluído. Afinal, a análise de métricas de desempenho e custo permite identificar os gargalos atuais.

Desse modo, seu time consegue se preparar para superar esses gaps e otimizar os processos e serviços. Aliás, fazer um levantamento dos gastos fixos e variáveis atuais do setor e projetar um aumento considerando a inflação da economia para o próximo ciclo também é importante.

2) Criar uma reserva para imprevistos

Já falamos em conteúdos anteriores sobre crises e custos ocultos e o risco que ele pode trazer para sua organização. Por isso, é fundamental estar preparado para lidar com essas despesas quando esse momento chegar.

Também é importante ter uma reserva financeira no orçamento para imprevistos externos que podem influenciar o setor de atendimento ao cliente. Por exemplo, a criação ou adaptação de alguma legislação, problemas em alguma campanha de vendas ou até mesmo uma retração econômica.

3) Desenvolver uma visão do futuro para um orçamento eficaz

Depois de levantar os dados, analisar as métricas, incluir gastos para imprevistos, chegou o momento de pensar no futuro. Ter essa percepção de como será o ano seguinte ajuda a se manter alinhado com a visão de crescimento do negócio. Isso sem contar que fornece uma previsão mais precisa de quanto será gasto no SAC para atingir as novas metas de desenvolvimento.

Aqui cabe uma dica valiosa: lembre-se de levar em conta a sazonalidade das campanhas promocionais para alavancar vendas. Isso porque nesses períodos o SAC sempre acaba sofrendo os efeitos do aumento de demanda e precisa ter recursos disponíveis para fazer as devidas adaptações, garantindo um excelente atendimento ao cliente.

Nesse estágio é importantíssimo ter a colaboração de outros setores, como vendas e marketing, já que o planejamento deles impactará diretamente no setor de atendimento.

4) Incluir projetos de inovação no orçamento

Para garantir o sucesso financeiro de uma empresa, é crucial alocar recursos para novos projetos de inovação. No entanto, esses projetos devem estar alinhados com os objetivos da empresa. Além disso, é importante enxergar a inovação como uma maneira de economizar dinheiro a longo prazo.

Isso porque ela pode melhorar a eficiência operacional e encontrar soluções para reduzir custos. Ao abrir espaço para a inovação no planejamento financeiro, as empresas investem em um futuro sólido e sustentável.

5) Ter cuidado na hora de reduzir os custos

Aqui vale um alerta para os gestores: a redução de custos é, sem dúvidas, um dos maiores equívocos quando se trata de planejamento financeiro. Sim, a economia financeira é importante para qualquer organização de sucesso, mas não pode ser feita de forma leviana.

É preciso se basear em dados concretos de todos os setores da empresa para saber o que deve ser cortado ou reduzido. Afinal, a redução de custos sem embasamento pode remover um investimento, ferramenta, colaborador ou parceiro que estava contribuindo significativamente para o bom desempenho do negócio.

No departamento de SAC essa atenção precisa ser ainda mais redobrada. Isso porque ele interfere diretamente na satisfação dos clientes e consumidores.

Ou seja, reduzir o investimento na tecnologia ou aprimoramento profissional para atender clientes da melhor maneira dificilmente será a resposta para o seu problema financeiro. Pelo contrário, é através desses investimentos que existe a otimização de processo, a evolução de produtividade e a redução de custos operacionais.

Agora ficou mais fácil planejar um orçamento eficaz para o SAC, não é mesmo? Para aprender mais sobre o tema e conferir dicas mais profundas, confira nosso webinar de Planejamento financeiro para SAC.